IBOVESPA 107.398,97 −6.278,28 (5,52%)

Saúde

Saúde do homem é o foco do Novembro Azul na rede municipal

Troque o preconceito pela prevenção. Este é um dos temas da campanha Novembro Azul, que tem como objetivo a conscientização e prevenção do câncer de próstata.

A campanha é realização da Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), e foi aberta na manhã desta terça-feira, na Unidade Básica de Saúde Providência, no bairro de Val-de-Cans.

Diagnóstico

O evento foi uma oportunidade para o vigilante Sebastião Augier, 58 anos, atualmente desempregado, que fez exames de HIV, sífilis e o PSA (utilizado para diagnóstico e controle da evolução da próstata).

“O preconceito é uma barreira que tem ser quebrada. Se é pra cuidar da saúde, não tem que ter vergonha. Temos que fazer os exames necessários. Eu convoco a comunidade em geral para cuidar da saúde”, declarou Sebastião.

Na Região Metropolitana de Belém, o câncer de próstata ocupa o terceiro lugar no ranking de mortalidade na população masculina, ficando atrás das doenças cardíacas (2º lugar) e as mortes causadas por atos de violência e acidentes (1º lugar). 

Prevenção e cuidados

O objetivo da ação Novembro Azul é que homens de todas as idades cuidem mais da saúde, com destaque para a prevenção do câncer de próstata. 

A recomendação é que o primeiro contato se faça por meio de uma unidade de saúde mais próxima, primeiramente com a orientação de um clínico geral, o exame PSA e, caso necessário, o exame de toque retal, que possibilita avaliar anomalias e consistência da próstata, assim como tratamento especializado posterior nas áreas de urologia e oncologia. 

Quebra de preconceitos

De acordo com o assessor técnico da Divisão de Atenção Básica da Sesma, Felipe Valino, a detecção precoce do câncer de próstata e o tratamento adequado, auxiliam no melhora da saúde do homem como um todo, inclusive na rotina das relações sexuais, o que é comprovado em diversos estudos.

“Há um movimento de quebra do preconceito e do machismo. O provedor da família também precisa cuidar de si. Precisa de cuidados. A partir dos 40 anos, é necessário fazer o PSA e a partir dos 50, o exame de toque”, orienta Valino.

A campanha Novembro Azul conta com uma equipe multiprofissional, formada por médicos, enfermeiros, odontólogos, fisioterapeutas, nutricionistas e agentes comunitários de saúde. 

Para a população masculina que reside em Belém e não tem tempo durante a semana para consultas e exames, a Sesma disponibiliza aos sábados quatro unidades do programa Estratégia Saúde da Família (ESF), nas Unidades Básicas de Saúde do Tapanã 3, Água Cristal, Condor e Canal do Pirajá. O atendimento é realizado das 8h às 12h, com consultas médicas, enfermaria e testagens rápidas

___

Ag. Belém