IBOVESPA 107.398,97 −6.278,28 (5,52%)

Segurança Pública

Pará atingiu 18° posição no ranking nacional de isolamento

Os três melhores índices de isolamento foram nos municípios de Afuá (56,6%), Curralinho (53,4%) e Piçarra (53,1%)

Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa foram: São Francisco (52,2%), Aeroporto (50%) e Carananduba (50%)O Pará ficou na 18° posição no ranking nacional de isolamento social dessa segunda-feira (15), com a taxa de 38,43% de pessoas em casa para evitar a proliferação do novo coronavírus.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, Ualame Machado, declarou que os órgãos da segurança pública prosseguem com o monitoramento e as ações para garantir o cumprimento do decreto estadual na flexibilização das medidas de combate contra a Covid-19.

Ualame Machado recorda que o início do monitoramento do isolamento social foi no final do mês de março e após o período de restrições maiores e do lockdown houve uma queda das taxas em Belém, a exemplo do que aconteceu em todo o país.

“O Pará também vem vivenciando esse processo de queda de isolamento, e reforçamos o apelo à população, lembrando sempre que o fim do lockdown não significa o fim da necessidade do distanciamento social’’, destacou.

O titular da Segup observou que as pessoas também já começaram a não utilizar as máscaras devidamente, no entanto, os setores de segurança pública, através dos órgãos de fiscalização continuam fazendo a sua parte.

“Nós tivemos uma ação, no último final de semana prolongado com feriado, onde alguns balneários e praias ainda se mantiveram fechados para que evitássemos aglomerações, e com isso não ter perigo de novos  picos de contágio’’.

O secretário também frisou que “o papel da segurança vem sendo realizado, continuamos com as fiscalizações para o cumprimento do decreto ao atendimento das suas restrições, lembrando que o que já foi flexibilizado não significa que voltou de maneira  normal, mas sim com o funcionamento restrito atendendo a diversos protocolos que precisam ser respeitados para que possamos todos combater o novo coronavírus”.

As cidades com maior índice de desobediência foram São João do Araguaia, Santa Cruz do Arari e Goianesia do Pará (27,4%)Municípios

Na análise das cidades paraenses, os três melhores índices de isolamento foram nos municípios de Afuá (56,6%), Curralinho (53,4%) e Piçarra (53,1%).

Já as cidades que mais desobedeceram à recomendação de ficar em casa, registrando um baixo índice de isolamento, foram São João do Araguaia (26,2%), Santa Cruz do Arari (26,5%) e Goianesia do Pará (27,4%). 

Na capital paraense e em Ananindeua, foram registrados, respectivamente, os índices de 38,5% e 39,79%.

Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa foram: São Francisco (52,2%), Aeroporto (50%) e Carananduba (50%). Já as piores taxas ficaram com Curió-Utinga (18,5%), Campina de Icoaraci (26,1%) e Maracajá (28,2%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Aurá (51,6%), águas Lindas (49,1%) e Levilândia (34,7%); as piores taxas foram observadas em Curuçamba (26,5%), Guanabara (28,3%), águas Brancas (32,6%).

Serviço - O percentual de isolamento nos 144 municípios paraenses e o monitoramento completo estão disponíveis em um espaço exclusivo sobre os índices no site da Segup.

__________

Agência Pará